Presidente do STF faz defesa dúbia e tímida do PLC 28/2015

Lewandowisk

Segundo o Jornal Folha de S.Paulo, na versão eletrônica (UOL), o Presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ministro Ricardo Lewandowski, defendeu o rejuste dos servidores do Pode Judiciário da União.

Na entrevista, o Ministro disse que os servidores precisam de reajuste porque está havendo aumento de preços dos produtos de supermercado e que se for possível uma recomposição das perdas salariais este ano, isto será bem vindo. Complementou dizendo que o impacto será diluido em quatro ou cinco anos.

Se essas palavras realmente foram ditas pelo Presidente do Supremo, de duas uma, ou ele não está sendo bem assessorado ou ele está entabulando algum tipo de acordo com o governo federal para estender ainda mais o parcelamento. Ora, a redação do PLC 28/2015 prevê um parcelamento em dois anos e meio, com a primeira parcela a ser incorporada ao contracheque em julho de 2015 a última em dezembro de 2017.

O Ministro deu a entender que o reajuste somente sairá se o Palácio do Planalto achar que isto seja possível, divididas em parcelas que poderão chegar a cinco anos.

Com um defensor desses, os servidores do Poder Judiciário Federal não precisam de ninguém para atrapalhar. Precisamos de um do Chefe do Poder Judiciário que defenda o nosso reajuste com a mesma ênfase com que foi defendido o reajuste dos magistrados.

Diante desse contexto, a categoria precisa se mobilizar e mostrar ao Presidente do STF e à Presidente Dilma que o plano que vem sendo discutido com os servidores há mais de seis anos e que somente será aceito é o que está no PLC 28/2015.

Amanhã (19), seguindo a orientação da reunião ampliada da Fenajufe, o SINDJUFE-TO realizará assembléia geral extraordinária para avaliar o cenário e deliberar sobre uma possível paralisação.

Veja a matéria completa clicando AQUI.

Fonte: Folha de S.Paulo

Foto: Nelson Jr.

_______

SINDJUFE-TO

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *