Quatro estados entraram em greve nesta segunda. Confira quadro nacional

A greve dos servidores do Judiciário Federal e do MPU pela aprovação dos PCSs teve nesta segunda-feira (27) novas adesões, com a participação de Goiás, Paraíba, Amazonas e Sergipe. Com isso já são trezes estados mais o Distrito Federal em greve por tempo indeterminado. Nesta terça-feira (28), o movimento ganhará novo reforço, com a adesão dos colegas do Rio de Janeiro e do Pará.

Servidores do Rio Grande Norte aprovaram greve de 48 horas nos dias 30 e 31 de agosto, quinta e sexta-feira desta semana. Os demais estados seguem firmes no movimento e realizam assembleias para discutir a contraproposta do governo, que já foi rejeitada por vários estados, em assembleias promovidas pelos sindicatos.

Confira abaixo o quadro de greve pelo PCS.

Greve por tempo indeterminado

Sindjus-DF: Servidores do DF estão em greve desde o dia 1º de agosto. A adesão continua forte e na última quarta-feira (22) os servidores do STF aderiram ao movimento. Com isso, a greve atinge todos os tribunais superiores (STF, STJ, TSE, TST e STM). No TJDFT, 100% do setor de informática está parado. O sindicato espera que a greve se consolide em todos os locais de trabalho do Bloco A da sede do tribunal. O movimento também atinge os órgãos do MPU, varas, fóruns e cartórios eleitorais. O Comando de Greve mantém os piquetes nos locais de trabalho e nesta terça-feira (28) haverá ato público às 15h, em frente ao STF.

Sintrajud-SP: A greve por tempo indeterminado, que teve início no dia 8 de agosto, segue mais forte no TRE e no Fórum Trabalhista da Barra Funda, mas também há adesões na Justiça Federal. No interior e na Baixada Santista há greve em: Araraquara, Barueri, Cotia, Diadema, Ferraz de Vasconcelos, Guarulhos, Itapecerica da Serra, Poá, Praia Grande, Ribeirão Pires, São Vicente, Santos, Cubatão e Guarujá. Servidores da JF de São Bernardo do Campo entraram em greve nesta segunda-feira (27). Na Baixada Santista, a categoria participa de ato unificado com os demais SPFs nesta terça-feira (28). Na quarta-feira (29), será realizado mais um “apagão” em São Paulo, com todos os ramos do Judiciário, da capital e do interior, paralisando as atividades.

Sindijufe-MT: A greve dos servidores no Mato Grosso, que também iniciou no dia 8 de agosto, se mantém com boa adesão. A proposta do governo foi rejeitada em assembleia geral na última sexta-feira (24), no TRT-23, quando eles decidiram continuar em greve. Nesta segunda-feira (27), foi realizada nova assembleia de avaliação do movimento. Nesta terça-feira (28), será realizado ato público unificado com a participação de 17 categorias, das 8 às 11 horas da manhã.

Sintrajusc-SC: Nesta terça-feira (28), 67 zonas eleitorais em Santa Catarina irão paralisar as atividades. Na Justiça Federal há greve ou paralisação parcial em 13 municípios. A Justiça do Trabalho está fazendo paralisação diária de duas horas. Servidores da Justiça Federal, Justiça Eleitoral e do Ministério Público da União (MPU) de Joinville fazem ato unificado nesta terça-feira (28), das 13 às 18 horas, na frente do prédio da Justiça Eleitoral, no centro da cidade. Na JF, há greve ou paralisação parcial na capital e em Blumenau, Caçador, Chapecó, Criciúma Itajaí, Jaraguá do Sul, Joaçaba, Joinville, Lages, Laguna, Rio do Sul, Tubarão. Na JE, além da capital, nesta terça 67 zonas eleitorais vão paralisar. Na JT, o movimento atinge Florianópolis, Imbituba e Caçador (a partir de terça, 28).

Sindjufe-BA: A greve dos servidores da Bahia começou no dia 15 de agosto. O movimento atinge os três ramos do Judiciário Federal. Nesta segunda-feira (27), foi promovido ato na Justiça Federal e assembleia setorial na JT, em Feira de Santana. Nesta terça-feira (27), a concentração será às 12h, no TRE. Na quarta (29), os servidores em greve participam de ato no TRT, em Nazaré, às 8h. E na sexta-feira (30), haverá assembleia geral, às 13h, no TRE, para debater os rumos do movimento.

Sintrajufe-RS: Os servidores do Judiciário Federal do Rio Grande do Sul estão em greve desde o dia 15 de agosto. Em assembleia geral realizada nesta segunda-feira (27), nas Varas Trabalhistas, os servidores reafirmaram a rejeição da proposta do governo e decidiram pelo fortalecimento e continuidade da greve. Com a participação de mais de 200 pessoas, a assembleia contou com presença de colegas de Alvorada, Cachoeirinha, Canoas, Esteio, Estrela, Gravataí, Montenegro, Novo Hamburgo, Pelotas, São Jerônimo, São Leopoldo, Soledade, Passo Fundo, Vacaria, Triunfo, Santana do Livramento e Farroupilha, além dos servidores da capital e de vários colegas aposentados.

Sindjus-AL: Os servidores do Judiciário Federal e do MPU em Alagoas retomaram a greve por tempo indeterminado no dia 20/08. Na sexta (24), a categoria continuou com o trabalho de ‘corpo a corpo’ junto aos servidores de algumas varas trabalhistas que ainda não aderiram à greve nacional. Nesta semana, as atividades de greve serão retomadas nesta terça-feira (28) devido ao feriado estadual nesta segunda (27). A concentração será em frente ao prédio das Varas do Trabalho a partir das 9 horas. Os grevistas pretendem mobilizar a categoria para realizar o ato público TRE contra a determinação do Superior Tribunal de Justiça de que 80% do quadro de servidores da Justiça Eleitoral mantenham os trabalhos.

Sitraemg-MG: A greve dos servidores do Judiciário Federal em Minas Gerais iniciada no dia 20/08 vem ganhando adesões com a participação de trabalhadores do interior e da capital. Além dos órgãos da capital, a greve de Minas atinge Ituiutaba, Ipatinga, Juiz de Fora, Manhuaçu, Coronel Fabriciano, Teófilo Otoni. Em assembleia geral realizada na última sexta-feira (24), os servidores de Minas disseram não à contraproposta do governo. Nesta segunda-feira (27), os grevistas reuniram-se em frente ao prédio da Justiça do Trabalho na capital para ouvir informes e protestar, munidos de buzinas, apitos e palavras de ordem, quanto ao descaso do governo Dilma Rousseff com os servidores. Na quarta-feira (29), das 12h às 14h, haverá ato público na Justiça Federal. Na sexta-feira (30), a partir das 11h30 terá concentração em frente à Justiça Federal e saída em passeata até o TRE.

Sindiquinze-SP: A greve dos servidores da 15ª Região teve início no dia 20 de agosto. A greve na 15ª Região foi ampliada nesta segunda-feira (27) com a adesão de mais servidores em São José do Rio Preto e dos colegas de Bauru e Lins, além de Campina e Franca. A concentração nesta segunda-feira (27), os grevistas do Fórum e do TRT se concentraram em frente à sede, em Campinas. Na quarta-feira (29), o Sindiquinze realizará uma grande assembleia em frente à sede do TRT-15 para deliberar sobre a continuidade do movimento na 15ª Região.

Sintrajufe-PI: Servidores do Judiciário Federal e do MPU no Piauí completaram nesta segunda (27) oito dias em greve no estado. A concentração aconteceu na sede do TRE. Esta semana terá novos atrativos: na terça, os servidores se reúnem novamente no TRE, às 7h da manhã; na quarta, farão um ato público em frente ao TRE com as demais categorias em greve debatendo sobre o direito de greve no serviço público e na quinta (30) haverá uma vigília, também em frente ao TRE, que tem por objetivo pressionar o Governo a incluir o PCS no Orçamento, já que sexta é o prazo final para o Executivo enviar a proposta orçamentária ao Legislativo. Em Picos, também há greve na JT. Nova manifestação ficou marcada para segunda (27), às 7h, também no TRE.

Sintrajufe-MA: Servidores da Justiça Federal promoverão um “apagão” total das atividades nesta terça-feira (28). No mesmo dia, será realizada assembleia geral e o sindicato está chamando todos os servidores para participar e deliberar sobre novas ações de fortalecimento da greve no estado.  

Sindjuf-PB: Os servidores da Justiça Eleitoral da Paraíba deflagraram a greve por tempo indeterminado nesta segunda-feira (27). A proposta de 15,8% de reajuste foi rejeitada pelos servidores. Os servidores da Justiça do Trabalho devem paralisar suas atividades na quinta-feira (30), véspera do último dia para envio do orçamento ao Congresso. No próximo dia 31, às 16h, os servidores realizam assembleia geral na sede do TRE-PB para avaliar o andamento das negociações.

Sinjufego-GO: Os servidores do TRE, TRT e Justiça Federal de Goiás paralisaram suas atividades por tempo indeterminado a partir desta segunda-feira (27). A greve dos servidores começou forte em Goiânia e teve boa adesão no interior do estado. Neste primeiro dia de greve, foi realizado um ato unificado com a participação dos servidores do MPF e MPT em frente ao edifício-sede do TRE, que reuniu cerca de 400 servidores. Nesta terça-feira (28), haverá concentração da greve às 9h no TRT. Às 14h será realizado um ato, com arrastão nas Varas Trabalhistas e setores do TRT e passeata até a Central de Atendimento ao Eleitor do TRE. Na quarta-feira (29), às 12h, haverá concentração na JF e arrastão de conscientização sobre a greve.

Sitra-AM/RR: Os servidores do TRT no Amazonas entraram em greve por tempo indeterminado nesta segunda-feira (27). O Comando Local de Mobilização espera que o movimento vá ganhando espaço nos setores e prédios do regional durante a semana. Em assembleia realizada na última sexta (24), os servidores do TRT no Amazonas também decidiram rejeitar a proposta de reajuste apresentada pelo Governo Dilma.

Sindjuf-SE: Servidores do Judiciário Federal em Sergipe entraram em greve por tempo indeterminado a partir desta segunda-feira (27). A assembleia que decidiu a adesão ao movimento foi realizada na última sexta-feira (24), após a manifestação que ocorreu na cerimônia de inauguração do prédio do MPE-SE, que contou com a presença do Presidente do STF, ministro Ayres Britto.

Greve a partir desta terça-feira (28)

Sisejufe-RJ: Em assembleia realizada no dia 22/08, os servidores do Rio decidiram entrar em greve a partir desta terça-feira (28). A assembleia, que aprovou a retomada do movimento por unanimidade, contou com a presença de servidores das unidades da JF, do TRT e do TRE, além de colegas do MPU. Foi aprovada a realização de assembleias setoriais, em cada local de trabalho, nesta segunda-feira (27). O objetivo é ajudar a organização do movimento paredista marcado para iniciar na terça-feira, dia 28.

Sindjuf-PA/AP: Servidores do TRE do Pará aprovaram greve por tempo indeterminado a partir desta terça-feira (28). A decisão foi tomada durante a assembleia geral realizada no dia 22/08, no hall do TRE, em Belém. Na sexta-feira (24), os servidores do TRE-PA e de outros tribunais tomaram as ruas do bairro Campina, em Belém, com placas, faixas, apitos e cornetas. O objetivo do ato público foi chamar a atenção da sociedade para o drama vivido pelos servidores do Judiciário Federal.

Paralisações

Sintrajur-RN: Na manhã da última sexta-feira (24), os servidores realizaram uma grande caminhada em Natal, em parceria com os servidores do MPU. Em assembleia, eles decidiram realizar um grande ato público na manhã da próxima quarta-feira (29), em frente ao TRT, e greve de 48 horas nos dias 30 e 31 de agosto, quinta e sexta-feira desta semana.

Sinpojufes-ES: Os servidores do Judiciário Federal do Espírito Santo estão fazendo, todos os dias, paralisações de três horas, das 12h às 15h, horário de maior concentração de servidores e do público. As mobilizações estão sendo na Justiça Federal, cujo prédio se localiza entre o TRE e o TRT. Os servidores capixabas também disseram não à contraproposta de 15,8%, apresentada pelo governo.

Sintrajuf-PE: Nesta semana, os servidores em Pernambuco promovem paralisações setoriais, de duas horas. Nesta terça-feira (28), haverá paralisação no TRF, das 15h às 17h, e assembleia no TRT, às 13h. Na quarta-feira (29), o sindicato promoverá assembleia na Justiça Federal, às 17h. Na quinta-feira (30), das 8h às 10h, haverá paralisação no Fórum da Sudene e às 16h ato público no TRE. Na sexta-feira (31), a paralisação será novamente no Fórum da Sudene, também das 8h às 10h.

Atos e assembleias para discutir adesão à greve

Sinjuspar-PR: Servidores das Justiças Eleitoral e Federal do Paraná estão em “estado de greve”, o que permitirá a categoria promover paralisações ou entrar em greve de imediato, caso aprove em assembleia. Já os servidores da JF das Subseções de Paranaguá e Jacarezinho paralisaram as atividades nesta segunda-feira ( 27).

Sintrajufe-CE: Os servidores da Justiça Federal em “estado de greve”, o que significa, na prática, um aviso à Seção Judiciária e ao Tribunal de que os servidores poderão a qualquer momento decidir pela greve, realizar paralisações ou apagões.

Sinje-CE: Os servidores da Justiça Eleitoral também estão em estado de greve.

Sindjufe-MS: Nesta segunda-feira (27) foi realizada assembleia geral, no TRT. Até o fechamento deste quadro não há informações sobre o resultado desta assembleia.

Da Fenajufe, com informações dos sindicatos

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *